Título:          5.     Cooperativas de crédito

Capítulo:      1.     Constituição e autorização para funcionamento

Seção:         30.   Disposições específicas

Subseção:    160.  Entrevista técnica

 

1.      Em processo de cooperativa singular de crédito que não pretenda se filiar a cooperativa central de crédito, o Banco Central do Brasil poderá convocar o grupo organizador do projeto, escolhido entre os integrantes do grupo de fundadores e identificado na documentação apresentada, para entrevista técnica, a fim de que apresente a proposta do empreendimento contida no sumário executivo do plano de negócios. Nesse caso, o Deorf designará data, horário e local para a realização da entrevista (Res. 4.434/2015, art. 5º, § 1º; Circ. 3.771/2015, art. 4º, caput, inciso I e § 1º).

 

2.      Na entrevista técnica, os integrantes do grupo organizador poderão ser inquiridos sobre quaisquer tópicos relacionados à proposta do empreendimento, não podendo ser substituídos por procuradores ou por representantes (Circ. 3.771/2015, art. 4º, § 2º).

 

3.      Se, após a entrevista técnica, o Deorf julgar inadequada a proposta do empreendimento (Circ. 3.771/2015, art. 4º, § 3º):

 

a)   comunicará essa decisão ao grupo organizador; e

b)   poderá convocar o grupo organizador para nova entrevista técnica, caso a proposta seja reapresentada, com os ajustes necessários, no prazo de trinta dias.

 

4.      Se, reapresentada a proposta, persistir o entendimento a respeito de sua inadequação, o pedido será indeferido (Circ. 3.771/2015, art. 4º, § 4º).

 

5.      Se o Deorf julgar adequada a proposta do empreendimento, comunicará essa decisão ao grupo organizador, que deverá, no prazo de sessenta dias contados do recebimento da comunicação, enviar o projeto de constituição conforme o artigo 6º da Resolução nº 4.434, de 2015 (Circ. 3.771/2015, art. 4º, § 5º).

 


 

 

 

Atualização Sisorf nº 126, de 3.5.2019.